Baratas



Baratas

Filo: Arthropoda

Classe: Insecta

Ordem: Blattodea

 

Do ponto de vista evolucionário, as baratas podem ser consideradas os animais mais bem sucedidos na Terra e um dos seus mais antigos habitantes. A maioria vive em regiões tropicais, ainda que sejam encontrados nos mais diversos climas e ambientes, devido a sua grande capacidade de adaptação. Fósseis de baratas datam sua existência a mais de 350 milhões de anos. São citadas mais de 3500 espécies, mas alguns cientistas acreditam que há 5000 ainda não identificadas, e somente 1% do total são descritas como praga. A Blatella germânica e aPeriplaneta americana são as principais espécies.


BIOLOGIA

Seu tamanho varia de alguns milímetros a quase 100 mm. Em geral, apresentam coloração parda, marrom ou negra (existindo espécies coloridas). Sua cabeça é curta, subtriangular, com olhos compostos e grandes. As antenas são longas, podendo atingir até o dobro do comprimento do corpo. Pernas alongadas com presença de espinhos e coxas grandes. Abdome alargado e deprimido. Apresentam dimorfismo sexual, machos e fêmeas diferem-se entre si, e, geralmente, os machos são menores, e, em algumas espécies, suas asas são maiores que as asas das fêmeas ou estas podem não possuir asas. As ninfas diferem-se das adultas por serem menores, de coloração mais clara (esbranquiçada), não possuir asas e por sofrerem ecdises durante seu desenvolvimento. Apresentam cheiro característico (odor desagradável ao homem), produzido por glândulas situadas no abdome. As baratas vivem em locais escuros como frestas e bueiros, nas cozinhas e onde há alimentos ou restos de comida.

 

CICLO DE VIDA
O desenvolvimento é hemimetabolia (fases de ovo, ninfa e adulto). A postura é feita dentro da cripta genital em uma cápsula (ooteca), onde cada ovo fica separado por uma membrana. O formato da ooteca varia e o número de ovos fica entre 16 e 26. No caso da P. americana, são cerca de 50 ootecas durante a vida, que dura entre 13 e 25 meses, com uma média de 800 descendentes. A ooteca fica presa durante curto tempo à fêmea e depois é fixada em um local apropriado. Em geral, as ninfas deixam a ooteca sem o auxílio da fêmea, mas as ninfas de P. americana e B. germanica são liberadas pelas mandíbulas das fêmeas. O ciclo evolutivo pode variar de 53 dias até 2 anos, dependendo da espécie, condições ambientais e disponibilidade de alimento.

 

PRINCIPAIS ESPÉCIES
Principais espécies encontradas no meio urbano são a Blatella germânica e aPeriplaneta americana. Por habitarem locais sujos, como bueiros, contaminam alimentos consumidos pelo homem causando doenças como a diarréia. Também podem causar danos consideráveis em roupas e livros, além de impregnar os locais com cheiro desagradável e característico.

 

BARATA DE ESGOTO –  Periplaneta americana
Apresenta coloração marrom, e em sua forma jovem possue um tom de marrom pálido. Praga peridomiciliar, também pode ser encontrada dentro de residências, em cozinhas e banheiros, e rede de esgoto. Esta espécie pode voar distâncias curtas, em especial durante os períodos mais quentes, preferindo temperaturas entre 30 e 33º C. Medem entre 28 e 44 mm de comprimento; período de incubação dos ovos dura entre 25 e 40 dias; período de desenvolvimento das ninfas leva entre 130 e 150 dias com 9 a 13 mudas (machos e fêmeas); longevidade dos adultos entre 250 e 350 dias, sendo menor para os machos; as fêmeas produzem aproximadamente 30 ootecas, com 14 a 16 ovos cada uma. Machos com asas maiores que o abdome e fêmeas com do tamanho do abdome, com contorno amarelado no pronoto. Resistem de 2 a 3 meses sem alimento e 1 mês sem água.

 

BARATA FRANCEZINHA  – Blatella germanica
É a espécie de mais difícil controle por seu alto potencial reprodutivo, longo tempo de convivência com o homem e proximidade à fonte de alimentação, o que resultou numa tolerância a diversos inseticidas. Praga domiciliar, comum em cozinhas e restaurantes. Medem entre 10 e 15 mm de comprimento e preferem temperatura em torno de 30º C. A fêmea gera de 4 a 8 ootecas que carrega durante quase todo o período de incubação dos ovos, as ninfas levam em média 36 dias para completarem seu desenvolvimento e passarem de ovo à adulta; sua ooteca é a que mais abriga ovos (de 30 a 40) e apresentam tempo médio de vida de 300 dias. Os machos são mais finos e com asas menores que o abdômen e as fêmeas com asas maiores, ambos com 2 faixas pretas longitudinais no pronoto. Resiste em média 30 dias sem alimento, e 15 dias sem água, escondida e protegida até que possa sair em segurança.

 

METODOLOGIA DE CONTROLE

Controle químico:

  1. a) Utilização de gel inseticida inodoro;

  2. b) Spray desalojante;

  3. c) Pulverização líquida;

  4. d) Inseticida em forma de pó, aplicados em conduites.

 

 

MEDIDAS PREVENTIVAS

  • Manter alimentos guardados em recipientes fechados.

  • Recolher restos de alimentos e qualquer outro tipo de lixo em recipientes adequados e mantê-los fechados.

  • Limpar diariamente locais de refeição e preparo de alimentos. Manter ambiente sempre limpo, evitando acúmulo de gordura em pisos, paredes, coifas,…

  • Não vazar lixo a céu aberto.

  • Fazer manutenção de limpeza nas caixas de gordura e esgotos. Não manter máquinas e equipamentos, sem uso ou com defeito, nas dependências da cozinha.

  • Vedar frestas e fendas em: paredes, pisos, estrados de madeira.

  • Manter afastadas as estantes onde são estocadas mercadorias em pelo menos 45 cm das paredes e 30 cm do chão; evitar colocar alimentos em embalagens violáveis e mantê-las sempre limpas.

  • Evitar a entrada de produtos embalados em caixas de papelão. Os produtos devem ser estocados em embalagens individualizadas.

  • Evitar a guarda de alimentos em armários de vestiários e gavetas de escritórios.

Rodantech Dedetizadora RJ

COMPARTILHAR ESSA PÁGINA PARA SEUS AMIGOS




DEIXE SEU COMENTÁRIO

QUAL O SEU PROBLEMA?
Clique nas pragas para obter algumas informações úteis